Nenhum produto na sacola.

Procurar

Cintia Klein: Fundadora de V-LOV

Autora

Bem-vindos! Muito prazer.

Venho aqui cheia de energia para melhorar a minha vida, e a sua vida.

Antes disso, tive que resolver uma questão de assédio no trabalho, que me causava enorme sofrimento, e enfim sair do papel de vítima e assumir as rédeas da minha carreira.

Para chegar aqui, precisei reunir muita coragem para me demitir e findar este capítulo.

Saí de cabeça erguida, num dia de avaliação de desempenho. O primeiro feed-back da avaliação era sobre minha participação em uma reunião, que gerou reclamação de um Diretor. Entendi claramente que eu não "podia discutir estratégias com Diretores."

Foi um choque! E a gota d'água. Justamente porque durante um ano eu estava sendo treinada para manifestar mais a minha voz.
O meu mentor, um excelente executivo desta mesma empresa, VP de Marketing da Inglaterra, havia me incentivado a falar mais nas reuniões estratégicas, inclusive, havia me inscrito num curso de Liderança, exatamente para praticar falar em público e em reuniões. Foi duro fazer aula de teatro em inglês, com outros colegas da empresa, e aprender a expor minha voz. E ao mesmo tempo, percebi que a minha voz era digna de respeito e tinha a sua valia.

Naquele dia caiu a ficha: ali, eu não poderia ter voz. A minha experiência, e as minhas entregas durante 3 anos, como responsável pelo marketing da empresa no Brasil não eram relevantes de maneira suficiente, eu teria que me calar ou concordar com as estratégias de alguns poucos executivos - incompetentes para suas atribuições profissionais e desrespeitosos como ser humano.

Assim nasceu a V-LOV, uma nova empresa atuante no mercado de saúde íntima e bem-estar feminino, para que mais mulheres possam obter a escuta nas relações de trabalho e afetivas.

Te convido a aprender mais sobre saúde, bem-estar e cuidado íntimo. Aqui o leitor tem voz, você pode dar a sua opinião. Eu trouxe informações de especialistas em campos complementares, incluindo correntes de pensamento e teorias que podem ser vistos como complementares e até mesmo divergentes em alguns aspectos. Utilize aquela que se aplica mais a você.

A diversidade de crenças é permitida e estimulada, você pode repensar, concordar, discordar, ter dúvidas e até nos questionar. O diálogo é vital para a melhoria de nosso relacionamento. O valor de trabalho na V-LOV é o respeito as opiniões diversas.

Nossa atividade principal é cuidar de você de maneira holística, nossa meta diária é se conectar, pesquisar, selecionar e analisar novos estudos, serviços e produtos para aumentar o seu V-LOV, provendo dicas práticas, materiais educativos e de entretenimento. Uma boa parte deles estará disponível na sua conveniência, com discrição e acesso gratuito. Aproveite!

Abraços,
Cintia Klein

Artigos da autora

Serve para você concorrer!

O Dia Mundial Do Orgasmo pede nossa reflexão sobre bem-estar sexual e autoconhecimento.Para te ajudar a praticar sua sexualidade, iremos presentear o autor da melhor resposta para a pergunta:Por qual motivo você gostaria de ser ser o(a) ganhador(a) da Sex Box da V-LOV.CLIQUE AQUI PARA PARTICIPARRe...

Ler mais...

Sex Box do Dia Mundial do Orgasmo

A V-Lov e a Bruna Bandeira se uniram para trazer o Orgasmos à tona. Isso mesmo, o seu prazer é uma necessidade básica.Na Sex Box trouxemos ítens para você pensar melhor sobre o seu prazer, por meio da imaginação, toque e brincadeiras.Conselhos básicos:1) Faça os exercícios da Sex Box de ma...

Ler mais...

Termos e Condições de Uso – Sex Box

CONTRATO DE ASSOCIAÇÃO AO CLUBE DE ASSINATURA DA SEX BOX PERTENCENTE A V-LOV LTDA.   V-LOV LTDA., inscrita no CNPJ nº 33.691.699/0001-32, com sede social na cidade de São Paulo/SP, à Avenida Juscelino Kubistchek, nº 1455 – 4º andar, Bairro Vila Olimpia, CEP 04543-011, doravan...

Ler mais...

Papo sério: Câncer

Mulheres, só usar cor de rosa em outubro não é suficiente.   Independentemente da sua religião ou explicação para as doenças e sofrimento físicos e emocionais que passamos, acho importante nos tornarmos de maneira quase parental, cada dia um pouquinho mais conscientes do que po...

Ler mais...

Carta para os nossos Ex

Ao ler uma carta que nosso leitora mandou para seu ex-namorado, tive a sensação que muitas das emoções que ela descreveu, eu já passei num relacionamento específico.  Ao terminar, apenas expliquei que me sentia como uma abajur da casa dele, que eu não sabia por qual motivo ele estava...

Ler mais...

Medo, dor e segredo

Iniciei a minha vida sexual tardiamente e minha mãe me orientava com calma e abertura de diálogo: "Filha, quando você faz sexo, no dia seguinte você poderá se preocupar com diversos problemas, desde gravidez indesejada até infecção urinária e candidíase, HPV, HIV e mais outras DSTs. Já...

Ler mais...

Casamento + Sexo: dá?

Escritora do livro “Sexo no Cativeiro”, terapeuta de casais Esther Perel estuda sobre sexo no casamento: “como desejar aquilo que você já tem?” A terapeuta belga fala nove idiomas. Tem um sotaque meio francês que implicitamente parece reforçar a sua autoridade.    A...

Ler mais...

Nem tudo que é natural te cura

A vagina não é carrinho de mercado, nem sauna a vapor ou porta-joias. Algo está muito errado nas revistas femininas e no exemplo dado pelas celebridades, que ultimamente parecem obcecadas por suas partes íntimas, mas de maneira mais perigosa do que prazerosa. Ou talvez, mais lucrativa.Recente...

Ler mais...

Cultive fantasias

As mulheres sempre tiveram fantasias mas ninguém nunca as perguntou sobre isso, nunca foi importante. Mulheres faziam sexo por culpa, obrigação, porque era parte do que se esperava como esposa. Hoje elas podem se perguntar: O que eu quero? O que eu gosto? O que me faz sentir bem? São que...

Ler mais...

Orgasmo invisível?

Vamos dar uma olhada neste vídeo da psiquiatra Maria Homem? Ele nos conta sobre o orgasmo feminino com uma perspectiva interessantíssima: "o orgasmo da mulher é mais invisível que o orgasmo do homem". Eu achei surpreendente a explicação sobre as sensações envolvidas no...

Ler mais...

V-de-Vagina

Recentemente na Inglaterra, uma organização especializada em câncer ginecológico entrevistou mulheres com idades entre 16 e 25 anos e descobriu que 65% delas tinham problemas em usar as palavras “vagina” e “vulva”. Algumas até evitaram procurar a ajuda de um médico&nb...

Ler mais...

Priorize isso na sua agenda

Acho que a primeira pessoa que vi simular o ato de se masturbar foi a Madonna. E eu achei a performance muito sexy! Naquela época eu não sabia bem o que era aquela sensação gostosa de ver algo sexy e sentir desejo, eu não tinha consciência sobre o fenômeno denominado libido. Alguém se le...

Ler mais...

Seja a dona de seu desejo

Você acabou de ficar solteira ou está há um tempo e se pergunta:"Devo deixar minha libido quieta e dedicar minhas energias para outros interesses?" Há muitas alternativas: tudo pode.  Pode usar esta energia e liberdade para procurar um novo amor, pode se divertir com relações ...

Ler mais...

Como pensar + em sexo

É cada vez mais reconhecida a importância da saúde sexual para a longevidade das relações afetivas e como parte da saúde global e bem-estar do indivíduo.Recentemente Alain de Bottom, fundador e CEO da The School of Life, nos diz em um vídeo que “Não pensamos muito sobre sexo; na verda...

Ler mais...